Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Mensagem de Esperança

Numa época em que somos governados por uma classe política inoperante, deslumbrada e acomodada a um poder inócuo e sem soluções de futuro, suportada ideológicamente por uma teoria económica que escraviza as pessoas em vez de as servir, considero que é tempo de assumirmos o nosso destino e construirmos um novo país.

Protestar é preciso, mas não chega. Temos que encontrar novos modelos e novas soluções e para isso não precisámos de políticos, especialistas, nem santos milagreiros. Precisámos apenas de nós próprios.

Em quase vinte anos de associativismo, e apesar de todos os problemas e insuficiências deste movimento associativo,  vi projectos a construírem-se, equipamentos que se criaram, cultura e educação a serem ministrados. E tudo porque as pessoas se uniram e acreditaram. Tudo porque descobriram que o principal recurso eram elas próprias e com isso levaram para frente os seus projectos e ideias e arrastaram políticos que também acreditaram ou foram incapazes de travar a "onda".

O Associativismo pode não ser a solução, mas é uma solução. Uma solução porque revela o que cada um tem de melhor e o coloca ao serviço da comunidade. Porque quando nos associamos em algo que acreditámos damos o melhor de nós próprios e, como diz o poeta, o homem sonha e a obra nasce.

É chegada a hora de dizermos basta e transformármos o país. E o país para ser transformado não precisa de revoluções ou guerras civis. Precisámos de acreditar em nós e descobrir que não somos os incultos, improdutivos, incompetentes, oportunistas e consumistas, como nos ultimos anos nos têm feito crer,  e que também não temos nenhum factor genético que nos obrigue ao subdesenvolvimento ou á miséria.

Mesmo que não acreditem no Associativismo, acreditem que são capazes de construir algo e procurem outras vias, procurem outras formas de concretizar os vossos projectos.

Mourinho é português e que isso não o impediu de chegar onde chegou. Porque acreditou.

Nós também podemos lá chegar. Nós também somos capazes.

"Yes, we can".

 

publicado por vitruviano às 12:00
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Carina a 31 de Maio de 2010 às 13:23
Gostei!Mto bem dito!!!
De Jose Querido a 10 de Março de 2011 às 22:09
Simbólicamente, o último post do Alvaro teve um título que o atira para a posteridade: "Mensagem de Esperança".
O Álvaro partiu, no sábado dia 5 de Março de 2011, para uma viagem de onde não há retorno.
Não foi um adeus, mas um até breve. Mais tarde, ou mais cedo, lá nos encontraremos todos...

Por isso, meu AMIGO, descansa em paz.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mensagem de Esperança

. Os pobres serão um bom ne...

. Gritos mudos

. Saramago é Deus!

. Economia

. ...

. Desigualdades Sociais em ...

. Pelo sonho vamos

. Escolas

. Páscoa

.arquivos

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds