Sábado, 19 de Abril de 2008

Escolas

Graças ao Sr Procurador Geral da Républica, descobrimos que o Centro de Recrutamento da Al Qaida está em Portugal nas Escolas Portuguesas. As palavras do Sr. Procurador elucidam-nos que as Escolas além de serem campos de batalha entre alunos e alunos e professores, são também verdadeiras Escolas de Armamento, com descrição pormenorizada dos calibre das armas usadas.
Peço desculpa pela ironia, mas ao fim de 16 anos de trabalho na área da Educação, não é esta a imagem que tenho das Escolas e dos alunos. Não pretendo tapar o sol com uma peneira, dizer que estes casos não existem, mas sim colocá-los na sua verdadeira dimensão que não é de forma alguma dizer que as Escolas são antros de violência.
Acho bem que CONFAP, FENPROF e Procuradoria se tenham articulado para combater estes casos, mas não se tome a árvore pela floresta.
E penso que mais importante seria avaliar a imagem que os pais e alunos têm da Escola, a veradeira razão destas atitudes e que, isso sim, deveria ser a preocupação central de todos os agentes educativos.
Como não fizeram, faço eu e deixo-vos aqui algumas declarações sobre o que alunos e pais pensam da Escola. Obviamente, não as apresento aqui porque concordo com estas posições, mas sim porque elas reflectem o sentimento de uma parte importante da comunidade educativa.
«... há tanta gente que tem capa negra e não tem trabalho. Então de que vale a escola? Eles saem de lá sem saberem fazer nada, depois ninguém lhes dá emprego. Têm muita lábia, mas pouca prática e assim ninguém os quer (...) a escola tem pouca influência no futuro dos meus filhos, andam lá a criar vícios.»
«A Escola fecha-se muito e não faculta nada de informação, eles só pedem dinheiro ou reclamam dos meus filhos, a escola só serve para fazer queixa(...) como é que eu posso dar bem com uma escola que tem professores que colocam o meu filho muitas vezes de castigo, eles não gostam do meu filho, marcam-no»
«Estou cansada de o ver ser escorraçado pela Escola. Não é a escola, são os professores que olham para as pessoas pela cara e pelo dinheiro, fazem as escolhas deles e afastam os outros da escola.»
»Os professores são muito crueis, maus, eles são uma ameaça porque são grandes e querem que os alunos andem sempre em baixo, eles falam mal dos alunos, mas nõs vamos à escola e vemos como eles são, eles não são santos nenhuns (...). eles montam as turmas de forma a juntar os alunos repetentes ou que têm má fama».
«Não sou só eu que não gosto da forma com as aulas são dadas, mesmo os alunos que gostam da Escola queixam-se. Os professores é que mandam e sabem Nós não sabemos nada. às vezes mandavam-nos falar e mesmo O C. que era bom aluno, os professores mandavam-nos calar porque ele não sabia.»
«há professores que pensam que colegas meus não são inteligentes porque tiram notas más, e eu que falo com eles no recreio sei o que eles pensam e o que dizem e não são buroos, tem é interesses diferentes, não são atrasdos mentais»
»O meu irmão diz que eles (professores) não sabem nada da vida.São ricos e por isso só mandam estudar, mas eles têm carros e essas coisas e nós temos essas coisas, então vou tabalhar para ter o que eles têm.»
Não sei se a escola deveria ter outras matérias, mas eu gostaria de ter umas disciplinas que me pudesse ajudar a montar o meu trabalho.»
Valia a pena reflectir sobre isto.
publicado por vitruviano às 00:31
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mensagem de Esperança

. Os pobres serão um bom ne...

. Gritos mudos

. Saramago é Deus!

. Economia

. ...

. Desigualdades Sociais em ...

. Pelo sonho vamos

. Escolas

. Páscoa

.arquivos

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds