Sábado, 22 de Março de 2008

Páscoa

Para entender esta mensagem, não interessa se acreditam em Deus ou não. Não interessa se são cristãos ou de outra religião. Nem sequer pensem que vou vos converter.
Eu que eu quero reflectir convosco é que estamos a celebrar um homem que foi condenado á morte por ter defendido que todos os seres humanos são irmãos. Que todos são iguais. "Amai-vos uns aos outros" foi a frase (e principalmente a atitude) fatal.
Festejàmos a morte de um homem que mandámos matar. Festejámos porque nos penalizámos do disparate que fizemos. Celebrámos porque sentimos que a mensagem fazia sentido. Festejámos porque talvez devêssemos acreditar no mesmo.
Muitas vezes só percebemos o valor que alguém têm para nós quando este desaparece. Neste caso, só ainda fomos mais longe - matámo-lo. Mas mesmo assim ainda não aprendemos.
Talvez valesse a pena reflectirmos sobre isto. Quantos Cristos continuámos a desprezar e matar?  Discordar não devia significar humilhar ou aniquilar .
Pensem nisto.
Pàscoa Feliz.
publicado por vitruviano às 00:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mensagem de Esperança

. Os pobres serão um bom ne...

. Gritos mudos

. Saramago é Deus!

. Economia

. ...

. Desigualdades Sociais em ...

. Pelo sonho vamos

. Escolas

. Páscoa

.arquivos

. Maio 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds